Palmas-TO, 04 de dezembro de 2020

WebMail

Dia da Mulher: Colaboradoras da Fapto trocam experiências sobre Novos hábitos e novos desafios

Milena Botelho Atualizado em: 06/03/2020 15h54

Em um bate-papo bastante descontraído com a psicóloga e coach, Glícia Neves, as colaboradoras da Fundação de Apoio Científico e Tecnológico do Tocantins (Fapto) tiveram a oportunidade de aprender a lidar um pouco mais com a auto estima da mulher e o auto conhecimento.

A pausa no trabalho na manhã desta sexta-feira, 06, foi também para conhecer sobre “Novos hábitos, novos desafios”, tema da palestra da especialista. Para o diretor executivo da Fapto, Léo Araújo, que aproveitou a ocasião para agradecer o trabalho e a dedicação das mulheres com a Fundação, lembrou que a programação especial foi para celebrar o dia 08 de março, data que é comemorado o Dia Internacional da Mulher. “Temos aqui um grupo de mulheres muito comprometidas, zelosas com o trabalho e também com suas famílias. Conviver com cada uma delas é grande privilégio”, relatou.

Durante a troca de experiências com as mulheres colaboradoras da Fapto, Glícia mostrou alguns caminhos a serem seguidos para chegar a felicidade. “Precisamos dar o primeiro passo. E olhar de dentro para fora é o início da jornada. Parar e refletir sobre o que a mulher realmente quer, qual a sua prioridade também faz parte do processo de crescimento e descoberta. A decisão de mudar é da própria mulher, portanto basta cada uma querer mudar”, sugere a especialista.

A colaboradora Thanne Ribeiro, que atua no setor de Compras da Fapto, observou que grande parte das colegas que participaram do bate-papo se identificaram com os temas abordados pelo psicóloga. “Viver a plenitude de ser mulher em meio a tantas atribuições no mundo moderno, não é fácil. Desempenhamos muitas funções ao mesmo tempo e vencer o cansaço e as dificuldades de gerenciar as diversas atribuições do dia a dia e conseguir viver plenamente a felicidade em ser mulher é uma luta diária para todas nós”, conta Thanne acrescentando que é preciso ter um novo olhar sobre a forma de encarar a vida.