Palmas-TO, 23 de maio de 2024

WebMail

Projeto Techinclusão vai ofertar cursos de capacitação em tecnologia e inovação para jovens do Tocantins

Atualizado em: 01/03/2024 17h29

Pensando em promover inclusão social e melhorar as oportunidades de emprego para diversos grupos em situação de vulnerabilidade no Tocantins, especialmente jovens de 16 a 29 anos, pesquisadores da Universidade Federal do Tocantins (UFT), vão ofertar por meio do projeto ‘Techinclusão’, cursos na área de tecnologia e inovação para os municípios de Palmas, Porto Nacional, Distrito de Luzimangues, Tocantínia, Arraias e Dianópolis. A iniciativa tem a parceria da Fundação de Apoio Científico e Tecnológico do Tocantins (Fapto)

De acordo com a coordenação do projeto, a meta é oferecer 1.400 vagas em cursos que darão base para a atuação em criação de sites, programação de serviços web e o desenvolvimento Móbile.

O coordenador do projeto, professor Dr George França, conta que a intenção é capacitar os participantes, oferecendo tanto habilidades tecnológicas relevantes, como desenvolvimento pessoal, preparando-os para os desafios do mercado de trabalho. “A intenção é dar oportunidade para que o cursista tenha uma formação completa que atenda às demandas do mercado, com foco maior nas áreas de inovação tecnológica”, conta o coordenador.

George França reforça ainda que o “Techinclusão” pretende ajudar a melhorar a trajetória laboral de jovens, mulheres, pessoas negras, povos originários, estudantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA), jovens em ressocialização em cumprimento de pequenas penas ou medidas alternativas do sistema prisional, e pessoas com deficiência - PCD no Tocantins.

Os cursos serão presenciais, com carga horária de 200 horas, e estão previstos para iniciar ainda neste mês de março. As inscrições ainda não estão disponíveis, mas os interessados podem acompanhar a bio do Instagram as divulgações.