Palmas-TO, 17 de janeiro de 2022

WebMail

UFT conta com mais um espaço para pesquisas em Inteligência Artificial

Atualizado em: 25/08/2021 14h58

Foi apresentado na manhã desta quarta-feira, 25, à comunidade acadêmica da Universidade Federal do Tocantins (UFT) e representantes do Governo do Estado e de alguns órgãos do judiciário e da iniciativa privada, o Laboratório de Computational Modeling of Artificial Intelligence Solutions (Comais). O novo espaço de tecnologia e inovação da instituição foi instalado na UFT, no Câmpus de Palmas, no Bloco III, sala 105.

O espaço destinado ao estudo e pesquisa multidisciplinar foi montado através da parceria da Universidade, Fundação de Apoio Científico e Tecnológico do Tocantins (Fapto) com a empresa Huawei do Brasil, empresa líder mundial em Tecnologia de Comunicação e Informação (TIC) apoiadora de vários projetos na UFT.

Durante a apresentação das instalações e de como funcionará o laboratório, o reitor da UFT, Luiz Eduardo Bovolato, destacou a implantação do espaço, como mais um salto tecnológico para a universidade e também para novos estudos no Estado. “Neste ambiente, nossos universitários e professores poderão ampliar as pesquisas na área da robótica, programação, eletrônica e mecânica”, disse o reitor.

O laboratório dispõe de infraestrutura voltada para o desenvolvimento de projetos e pesquisas e para a formação de alunos e professores Conta com agentes robóticos e computadores modernos, com capacidade de realização de experimentos de maior porte.

O coordenador do Laboratório, professor David Nadler, destaca que o local é um ambiente multidisciplinar altamente colaborativo, para pensar e desenvolver ferramentas tecnológicas que aplicam Inteligência Artificial para solucionar problemas.

O Laboratório

A missão do laboratório é catalisar a colaboração entre pesquisadores, empresas e governo, para formulação de soluções tecnológicas, que possuem seus valores agregados potencializados pelo uso de inteligência artificial.

Para isso, o laboratório tem em seu portfólio diversos projetos que usam técnicas de Inteligência Artificial. “O laboratório vai contribuir para a formulação de um ambiente que estimule à integração dessa multidisciplinaridade, de forma colaborativa e criativa, propiciando a geração de projetos inovadores, e concomitante contribuindo com a comunidade científica, validado aprendizado dos acadêmicos envolvidos e agregando de forma qualitativa e quantitativa em sua produção científica”, acredita o coordenador.