Palmas-TO, 08 de julho de 2020

WebMail

#Fapto16anos: Com um time de excelência, Fundação é referência para o Tocantins

Atualizado em: 27/06/2020 11h54

Trabalhar no terceiro setor é um desafio, pois não se trata apenas de prestar um serviço sem finalidade lucrativa, mas também suprir uma carência maior e impactar positivamente a sociedade com o desenvolvimento de projetos. E nesses 16 anos de existência, a Fundação de Apoio Científico e Tecnológico do Tocantins (Fapto) vem se tornando referência no Tocantins, na execução de projetos nas mais diversas áreas do conhecimento, cumprindo assim, sua missão.

Desde a sua criação, a Fapto contabiliza grandes avanços, que vai da implantação de um sistema de gestão de projetos que integra todas as etapas de execução, incluindo o Portal do Coordenador, do Aluno, do Colaborador e da Transparência, a mudança para a sede própria, com a adaptação da sua estrutura física e de pessoal para atender de forma mais ágil às demandas da instituição. A integração e melhoria da comunicação entre os departamentos, a elaboração e monitoramento do Planejamento Estratégico e Certificação da ISO 9001:2015, que no momento está em fase de implementação e a implantação de sistema eletrônico de documentos somam o saldo positivo das ações de sucesso da Fapto nesses últimas anos.

A diretora executiva interina da Fapto, Fernanda Fernandes, destaca que todas essas conquistas não seriam possíveis sem o time de colaboradores que a Fundação possui. “A Fapto é uma equipe de excelência que auxilia os pesquisadores com profissionalismo e dedicação no dia a dia. Agradeço a todos os colaboradores, que trabalham e executam suas atividades com profissionalismo e competência”, complementa orgulhosa.

Num balanço sucinto, o então diretor executivo da Fapto, Léo Araújo, lembra que mais de 800 projetos de várias áreas de atuação foram desenvolvidos com o apoio da Fundação. Até o momento, 543 empregos foram gerados, numa parceria com 111 diferentes clientes. “Muito já foi feito, mas buscamos constantemente aprimorar nosso trabalho de gerenciamento de projetos e programas de pesquisa e extensão no Estado. O nosso desafio continua sendo melhorar cada vez mais a nossa prestação de serviço aos parceiros e facilitar as atividades dos pesquisadores”, destaca Araújo.