Palmas-TO, 20 de abril de 2019

WebMail

Fapto firma convênio com Apex-Brasil com intuito de preparar empresas para a comercialização externa

Foto: Internet Atualizado em: 24/01/2019 18h42

A Fundação de Apoio Científico e Tecnológico do Tocantins (Fapto) assinou no dia 14 de dezembro, o Convênio de Cooperação Técnico e Financeiro com a Agência Brasileira de Promoção de Exportação e Investimentos (Apex-Brasil). O objetivo do convênio é implantar um Núcleo Operacional no município de Palmas, com o intuito de atender cerca de 50 empresas. 

Durante dois anos a Apex-Brasil contará com um programa que irá preparar empresas não exportadoras, para iniciar a comercialização externa de seus produtos de forma planejada e segura. O programa atua em municípios com grande concentração de empresas com potencial exportador. 

A Fapto é a Entidade Executora que, por meio de convênio firmado com a Apex-Brasil, assume a responsabilidade de implementar o PEIEX no Estado do Tocantins, a partir do recrutamento da equipe de profissionais para implantar o programa. 

"Nós iremos atender 50 empresas por meio de consultoria, fazendo as adequações necessárias e preparando as empresas para competir no mercado
externo. Iremos identificar também, dentro de cada empresa, o que ela precisa para melhorar seu produto", explicou o diretor Executivo da FAPTO, Léo Araújo.

Apex-Brasil

A Apex-Brasil é a Agência Brasileira de Promoção de Exportação e Investimentos, um serviço social autônomo. É considerada entidade privada e sem fins lucrativos, que coopera com o poder público para promover a exportação de produtos e serviços brasileiros e atrair investimentos externos para o Brasil. Seu desafio é inserir novas empresas no esforço exportador brasileiro.